espirais

Apoio PedagógicoApoio Pedagógico

Edições Anteriores

Cadastro

Cadastre-se para receber
mensalmente em seu e-mail.


Estratégias

Estratégias

“Eu somente mostrei o caminho, agora a cada um corresponde percorrê-lo”. Buda

As estratégias de aprendizagem ocupam um lugar importante nesta nova forma de entender a educação. São atividades mentais que facilitam e desenvolvem os processos de aprendizagem. Planos de ação organizados que buscam lograr êxito rápido e efetivo. O estudo e a aplicabilidade das estratégias de aprendizagem destacam a responsabilidade do aluno na sua aprendizagem, em “aprender a aprender”. 

Novos procedimentos devem ser explorados, como, por exemplo, insistir que a criança aplique as estratégias cognitivas recém-adquiridas simultaneamente à retirada de medicação; ou preparar a criança como coterapeuta de outro companheiro mais jovem, dando a oportunidade de praticar, avaliar e consolidar suas habilidades de autorregulação. (ORJALES, 2007)

As também chamadas técnicas de modificação de conduta são estratégias para o controle do comportamento, utilizadas frequentemente em escolas, casas, ambientes sociais, institucionais etc., que consistem em administrar convenientemente recompensas e/ou castigos diante da conduta do indivíduo, por meio dos quais se espera manter, aumentar ou diminuir as ditas condutas (TRONONIS, 2008). Para esta autora, as técnicas devem ser programadas por especialistas na área, para que não haja equívocos e que o resultado seja o desejado.

 

Adaptado para fins didáticos

PERES, Clarice. TODA-H (Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade): da teoria à prática. Rio de Janeiro: Wak Editora, 2013.

Todos os direitos reservados | Desenvolvido pela

Tante